Autoatendimento: Como ele pode agilizar seus negócios

autoatendimento-como-ele-pode-agilizar-seus-negocios
Atendimento / Transformação Digital

Autoatendimento: Como ele pode agilizar seus negócios

O autoatendimento já é realidade em nosso dia a dia. Vemos muitas empresas que estão oferecendo esse serviço de atendimento, onde que a maioria dos consumidores preferem tirar suas dúvidas sem que precisem esperar em ligações. O consumidor do futuro busca por praticidade e com esse modelo obtém destaque neste quesito.

Mas então o que seria o autoatendimento?

O autoatendimento serve para otimizar as operações. É uma estratégia onde a empresa usa os canais digitais para tirar dúvidas, fazer pedidos e solicitações sem que precise de um atendente auxiliando.

Portanto, se trata de um sistema de suporte que proporciona ao cliente agilidade, autonomia e eficiência. Esse atendimento foi composto com algumas tecnologias no ambiente online como URAs, redes sociais, chatboats entre outros.

Veja as principais vantagens e desvantagens do autoatendimento:

Vantagens

  1. Aumento da produtividade da equipe: Com o autoatendimento a central de atendimento não acumula processos, isso proporciona que empresa possa focar em melhorar às demandas que tenham maior complexidade e que sejam de importância para a produtividade da empresa.
  2. Baixo custo: Como a empresa estará com uma demanda menor no atendimento telefônico, não será necessário a contratação de tantos agentes para esse serviço, economizando em espaços maiores para a central da sua empresa.
  3. Autonomia ao cliente: Quando uma empresa oferece ao consumidor a autonomia de poder escolher por onde ele entrará em contato, ela ganha imediatamente a satisfação desse cliente, pois hoje o principal adjetivo que procuram em uma marca é a agilidade e eficiência na solução de seus problemas.

Desvantagens

  1. Necessita de constantes atualizações: é preciso estar sempre atualizando os processos de atendimento conforme a demanda de vendas. Caso isso não aconteça a empresa pode acarretar prejuízos como a lentidão no autoatendimento e sobrecarregar seu sistema desqualificando a marca da sua empresa.
  2. Atendimento artificial: Muitas pessoas podem se incomodar com um atendimento onde não tem a interação humana. Principalmente no caso dos que não possuem habilidades tecnológicas e ainda estão ligados ao atendimento telefônico.

Existem muitas organizações que não aderiram a esse modelo de atendimento por passar uma imagem artificial, onde o contato seja de fato sem empatia, já que o autoatendimento não depende necessariamente de humanos para ser realizado. Porém, as empresas que aderiram a essas plataformas de atendimento já colhem os benefícios de sua implantação.

Um exemplo nesse caso é a Netshoes, um dos maiores e-commerce de produtos esportivos no Brasil, utilizam do autoatendimento. Veja o que a Head da central de relacionamento, Juliana Pires diz em uma entrevista para a revista Veja: “Implantamos em 2012, porque tinha sinergia com o nosso negócio, com o nosso consumidor, que é internauta e gosta de ter acesso fácil às informações”

Diante do que vimos conclui-se que o autoatendimento pode trazer a satisfação dos clientes. Portanto, vale a pena investir e se preparar para que seu público-alvo seja priorizado e tratado com autonomia em suas decisões.

Aqui na JobHome preparamos nossa equipe para oferecer o melhor atendimento aos nossos clientes, independentemente da plataforma de comunicação que ele escolha.

Quer conhecer nossos serviços? Fale com um de nossos especialistas!